126 exercícios resolvidos de Física

Leis de Ohm - Exercício Básico

91 avaliações

Sabendo que a resistência de um chuveiro elétrico é feita de um fio enrolado de níquel, calcule o comprimento do fio do resistor desse chuveiro, cuja resistência vale .

Dados: Área da seção transversal do fio =
Resistividade do níquel =

Leis de Ohm - Exercício Básico

10 avaliações

Calcule a corrente que passa por um resistor ôhmico de ligado a uma tensão de . E se dobrarmos a tensão?

Velocidade com que um objeto a 45m de altitude atinge o solo

132 avaliações

Calcule a velocidade com que um objeto abandonado de uma altura de atinge o solo. Considere a aceleração da gravidade e despreze o efeito da resistência do ar.

Verificação do motivo de desapareciemnto de nuves do planeta Júpiter

3 avaliações

Júpiter, conhecido como o gigante gasoso, perdeu uma das
suas listras mais proeminentes, deixando o seu hemisfério
sul estranhamente vazio. Observe a região em que a faixa
sumiu, destacada pela seta na Figura do Enunciado.
A aparência de Júpiter é tipicamente marcada por duas
faixas escuras em sua atmosfera - uma no hemisfério norte
e outra no hemisfério sul. Como o gás está constantemente
em movimento, o desaparecimento da faixa no planeta
relaciona-se ao movimento das diversas camadas de nuvens
em sua atmosfera. A luz do Sol, refletida nessas nuvens,
gera a imagem que é captada pelos telescópios, no espaço ou
na Terra.
O desaparecimento da faixa sul pode ter sido determinado
por uma alteração:
A) na temperatura da superfície do planeta.
B) no formato da camada gasosa do planeta.
C) no campo gravitacional gerado pelo planeta.
D) na composição química das nuvens do planeta.
E) na densidade das nuvens que compõem o planeta.

Problema com Leis de Ohm , 6A passam num fio de 2m de comprimento, com 1,5V de tensão

55 avaliações

Utilizando um multímetro, percebemos que uma corrente de está passando por um fio de cobre de de comprimento, quando aplicada nele uma tensão de . Conhecendo-se a resistividade do cobre (), calcule a área da seção transversal desse fio.

Cinemática

4 avaliações

A velocidade escalar de um móvel durante a primeira hora de seu movimento é 90Km/h e durante a segunda hora é de 60Km/h. Determine a velocidade escalar média no percurso total.

Verificação da massa de uma barra em equilíbrio com um saco de arroz numa de suas extremidades

2 avaliações

Em um experimento, um professor levou para a sala de aula um saco de arroz, um pedaço de madeira triangular e uma barra de ferro cilíndrica e homogênea. Ele propôs que fizessem a medição da massa da barra utilizando esses objetos. Para isso, os alunos fizeram marcações na barra, dividindo-a em oito partes iguais, e em seguida apoiaram-na sobre a base triangular, com o saco de arroz pendurado em uma de suas extremidades, até atingir a situação de equilíbrio. A experiência está descrita na Figura do Enunciado.
Nessa situação, qual foi a massa da barra obtida pelos alunos?
A) 3,00kg.
B) 3,75kg.
C) 5,00kg.
D) 6,00kg.
E) 15,00kg.

Cálculo da quantidade de gasolina consumida por um gerador de energia

1 avaliação

É possível, com 1 litro de gasolina, usando todo o
calor produzido por sua combustão direta, aquecer
litros de água de a . Pode-se efetuar esse
mesmo aquecimento por um gerador de eletricidade, que
consome litro de gasolina por hora e fornece a um
resistor de , imerso na água, durante um certo
intervalo de tempo. Todo o calor liberado pelo resistor é
transferido à água.
Considerando que o calor específico da água é
igual a , aproximadamente qual a quantidade
de gasolina consumida para o aquecimento de água obtido
pelo gerador, quando comparado ao obtido a partir da
combustão?
A) A quantidade de gasolina consumida é igual para os
dois casos.
B) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é
duas vezes maior que a consumida na combustão.
C) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é
duas vezes menor que a consumida na combustão.
D) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é
sete vezes maior que a consumida na combustão.
E) A quantidade de gasolina consumida pelo gerador é
sete vezes menor que a consumida na combustão.

Ache a Velocidade do Veículo para que a Frenada/Freiada consiga evitar o acidente

37 avaliações

O motorista de um carro em movimento avista um pedestre atravessando a rua metros à sua frente e freia bruscamente na tentativa de evitar um acidente. Considerando que o carro freia com uma desaceleração de e que motorista leva segundo para reagir e acionar o freio, qual é o maior valor possível da velocidade do carro para que o motorista ainda consiga evitar o acidente?

Verificação do fator limitante para a eficiência de motores a combustão

1 avaliação

Aumentar a eficiência na queima de combustível dos motores a combustão e reduzir suas emissões de poluentes é a meta de qualquer fabricante de motores. É também o foco de uma pesquisa brasileira que envolve experimentos com plasma, o quarto estado da matéria e que está presente no processo de ignição. A interação da faísca emitida pela vela de ignição com as moléculas de combustível gera o plasma que provoca a explosão liberadora de energia que, por sua vez, faz o motor funcionar.
Disponível em: www.inovacaotecnologica.com.br. Acesso em: 22 jul. 2010 (adaptado).
No entanto, a busca da eficiência referenciada no texto apresenta como fator limitante:
A) o tipo de combustível, fóssil, que utilizam. Sendo um insumo não renovável, em algum momento estará esgotado.
B) um dos princípios da termodinâmica, segundo o qualo rendimento de uma máquina térmica nunca atinge o ideal.
C) o funcionamento cíclico de todos os motores. A repetição contínua dos movimentos exige que parte da energia seja transferida ao próximo ciclo.
D) as forças de atrito inevitável entre as peças. Tais forças provocam desgastes contínuos que com o tempo levam qualquer material à fadiga e ruptura.
E) a temperatura em que eles trabalham. Para atingir o plasma, é necessária uma temperatura maior que a de fusão do aço com que se fazem os motores.

próximos 10

Entendendo Física

Física é a ciência que estuda a natureza e seus fenômenos em seus aspectos mais gerais. Analisa suas relações e propriedades, além de descrever e explicar a maior parte de suas consequências. Busca a compreensão científica dos comportamentos naturais e gerais do mundo em nosso torno, desde as partículas elementares até o universo como um todo. Com o amparo do método científico e da lógica, e tendo a matemática como linguagem natural, esta ciência descreve a natureza através de modelos científicos. É considerada a ciência fundamental, sinônimo de ciência natural: as ciências naturais, como a química e a biologia, têm raízes na física.