Cálculo do desempenho de um teste diagnóstico

Carlos Humberto de Oliveira

Formado em Matemática pela UFRJ.


Para analisar o desempenho de um método
diagnóstico, realizam-se estudos em populações
contendo pacientes sadios e doentes. Quatro situações
distintas podem acontecer nesse contexto de teste:

1) Paciente TEM a doença e o resultado do teste é POSITIVO.
2) Paciente TEM a doença e o resultado do teste é NEGATIVO.
3) Paciente NÃO TEM a doença e o resultado do teste é POSITIVO.
4) Paciente NÃO TEM a doença e o resultado do teste é NEGATIVO.

Um índice de desempenho para avaliação de um
teste diagnóstico é a sensibilidade, definida como a
probabilidade de o resultado do teste ser POSITIVO se o
paciente estiver com a doença.

A Figura do Enunciado refere-se a um teste diagnóstico para
a doença A, aplicado em uma amostra composta por
duzentos indivíduos.

Conforme a Figurado Enunciado do teste proposto, a sensibilidade
dele é de:

A) .
B) .
C) .
D) .
E) .

Resolução


1) Segundo o enunciado, a sensibilidade do teste é igual à probabilidade de o resultado do teste ser positivo se o paciente estiver com a doença.

2) Portanto, segundo a Figura do Enunciado, a quantidade de pacientes com a doença A cujo teste deu positivo é 95 e quantidade total de pacientes com a doença e cujo teste deu negativo é 5.

3) Assim a sensibilidade do teste é igual a:

  • 1
  • 2

4) A Resposta é a Letra E.