Verificação do fator limitante para a eficiência de motores a combustão

Carlos Humberto de Oliveira

Formado em Matemática pela UFRJ.


Aumentar a eficiência na queima de combustível dos motores a combustão e reduzir suas emissões de poluentes é a meta de qualquer fabricante de motores. É também o foco de uma pesquisa brasileira que envolve experimentos com plasma, o quarto estado da matéria e que está presente no processo de ignição. A interação da faísca emitida pela vela de ignição com as moléculas de combustível gera o plasma que provoca a explosão liberadora de energia que, por sua vez, faz o motor funcionar.

Disponível em: www.inovacaotecnologica.com.br. Acesso em: 22 jul. 2010 (adaptado).

No entanto, a busca da eficiência referenciada no texto apresenta como fator limitante:

A) o tipo de combustível, fóssil, que utilizam. Sendo um insumo não renovável, em algum momento estará esgotado.

B) um dos princípios da termodinâmica, segundo o qualo rendimento de uma máquina térmica nunca atinge o ideal.

C) o funcionamento cíclico de todos os motores. A repetição contínua dos movimentos exige que parte da energia seja transferida ao próximo ciclo.

D) as forças de atrito inevitável entre as peças. Tais forças provocam desgastes contínuos que com o tempo levam qualquer material à fadiga e ruptura.

E) a temperatura em que eles trabalham. Para atingir o plasma, é necessária uma temperatura maior que a de fusão do aço com que se fazem os motores.

Resolução


1) Conforme o enunciado, aumentar a eficiência na queima de combustível dos motores a combustão e reduzir suas emissões de poluentes é a meta de qualquer fabricante de motores. Nunca uma máquina terá de rendimento. Este é um dos princípios da Termodinâmica.

2) Vamos analisar cada uma das alternativas.

3) Alternativa A: Falsa. Esta alternativa fala sobre o problema do futuro esgotamento dos combustíveis fósseis.

4) Alternativa B: Verdadeira. Uma máquina térmica nunca atinge terá de rendimento. Este é um dos princípios da Termodinâmica.

5) Alternativa C: Falsa. O problema são as perdas durante a passagem de um ciclo para outro.

6) Alternativa D: Falsa. Tais forças de atrito contribuem para a perda de rendimento, mas a alternativa aborda o fato de elas desgastarem as peças e não o rendimento energético.

7) Alternativa E: Falsa. Esta alternativa aborda o estudo do plasma. Com o enunciado, não podemos verificar o que a alternativa afirma.

8) A Resposta é a Letra B.